Download como arquivo ICAL
Identificação de causalidade de Granger em dados longitudinais com aplicações em neuroimagem
Quinta-feira 27 Fevereiro 2020, 09:00

Candidato: Maciel Calebe Vidal

Orientador: Prof. Dr. André Fujita

 

Resumo: VIDAL, M. C. Identificação de causalidade de Granger em dados longitudinais com aplicações em neuroimagem. 2019. Tese (Doutorado) - Instituto
de Matemática e Estatística, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.


A adolescência representa um período de risco para o desencadeamento de transtornos mentais. Além das alterações hormonais do corpo, estruturais e fun-
cionais do cérebro, é neste período que são tomadas importantes decisões, como de qual carreira seguir. Por vezes, esta pressão psicológica ocasiona o abuso de
substâncias como o álcool. O uso de imageamento por ressonância magnética apresenta-se como uma importante técnica que auxilia a ciência no entendimento
das bases neurológicas de transtornos como aqueles relacionados ao abuso de substâncias. Seguindo uma abordagem de integração entre as regiões cerebrais,
propomos um método para identificação de causalidade de Granger em dados longitudinais que pode ser utilizado para verificar relações causais entre regiões
cerebrais quando considerados dois pontos no tempo. São apresentadas simulações para verificar o desempenho do método sob as hipóteses nula e alternativa,
além de uma aplicação aos dados da base IMAGEN.


Palavras-chave: causalidade, Granger, álcool, adolescência, volume, cérebro.